Como Cuidar de Orquídeas

A orquídea é um tipo de planta que apresenta belas Flores, justamente por isto fascina muitas pessoas que são verdadeiros apaixonados pela sua beleza e encanto, mas também precisa ser bem cuidada por ser muito sensível.

Para cuidar delas corretamente é preciso ter um conhecimento de algumas coisas essenciais; saber como regar, quantidade de luz que precisam,o que fazer contra as pragas, que adubos usar, como cuidar em casa, quais os tipos de orquídeas que crescem bem em apartamento e outros..

Clique Aqui Agora Para Saber em Detalhes Como Cuidar de Orquídeas!

É justamente por falta de conhecimento que muitas pessoas ganham ou compram esta flor e por não saber cuidar acabam vendo a plantinha morrer ou não conseguem fazer com que elas floresçam novamente, este inclusive é o motivo que faz com que ganhe a fama de flor frágil.

Vou te dar um exemplo:

Várias pessoas que não tem conhecimento ganham orquídeas de presente, depois cometem um erro fatal de plantar na terra no jardim onde pega sol forte, com isto é óbvio que a flor vai morrer e quando isto acontece acham que ela é frágil..

Por isso é fundamental conhecer bem esta planta incrível e cuidados necessários afim de evitar que coisas assim aconteçam.

Conhecendo as Orquídeas

Tudo Sobre Como Cuidar de Orquídeas

Caso você realmente queira aprender como cuidar de orquídeas, então o primeiro passo é aprender alguns conceitos e informações básicas sobre esta planta para assim entender porque ela é muito especial!

Dica Extra: Clique Aqui Para Conhecer TODOS os Segredos Para Cuidar de Orquídeas!

E para conhecer uma planta a melhor coisa a se fazer é saber como ela cresce e se comporta ao ar livre na natureza 🙂

A natureza sempre fornece às plantas tudo aquilo de que precisam para suprir suas necessidades, com isto em mente você sempre deve tentar reproduzir o ambiente que a natureza oferece em seu jardim ou sua casa desta forma pode ter certeza que suas flores serão Sensacionais.

No caso das Orquídeas temos um “porém”  já que nem todas destas plantas são iguais,ela se divide em 3 grupos de flores diferentes. A diferença é relacionado ao tipo de crescimento entre cada tipo de orquídeas, ou seja, o grande segredo inicial é que você vai precisar identificar qual o grupo da sua planta para assim realmente conseguir cuidar dela da forma correta!

Algumas crescem  nas árvores, são as chamadas de Epífitas, outras crescem sobre materiais na terra (terrestres) e o outro grupo cresce sobre rochas (litófitas). O tipo mais comum e que representa a maior parte delas é o das Epífitas, as que crescem nas árvores e é por isso que vou dar destaque a elas aqui.

Conheça os tipos de orquídeas

As epífitas usam pequenos arbustos ou árvores como uma espécie de base para fixar suas raízes e na maioria dos casos estão acostumadas a viver sem muita luz solar devido a proteção da sombra. Mesmo vivendo sobre outras plantas elas não são parasitas, não geram dano as plantas sobre as quais crescem.

Se você está sempre plantando na terra deve estar estranhando ao imaginar da onde elas conseguem os nutrientes necessários se não estão obtendo do solo..

Isto não é um problema pois elas conseguem obter todos nutrientes do ar ou do que cai dos galhos mais altos. Elas são preparadas para isto com uma capacidade incrível de absorver água e nutrientes porque as suas raízes  estão expostas ao ar, ou seja, não são como das outras flores.

Por isto é tão importante conhecer profundamente tudo sobre estas plantas, se uma pessoa sem conhecimento plantar uma orquídea na terra como está acostumada com outras flores, vai acabar sufocando e matando ela.

Devido a  características especiais como estas, os cultivadores precisam cuidar das orquídeas de uma forma bem especial, é necessário dedicar tempo, atenção e muito amor para fornecer tudo que elas precisam. É também graças a esta característica que você precisa utilizar medidas de água diferente do que utiliza com demais flores, pois as orquídeas captam a umidade do ar, além disso também precisa de menos quantidade de luz por estar acostumada a sombras, a mesma coisa em relação a adubação pois não vive na terra…

Mas então quanta luz, quanta água, como adubar?

É exatamente ao desenvolver esta relação íntima, em que você conhecerá sua flor em detalhes, que tornará o cultivo da orquídea tão especial. Ela retribuirá o seu amor com as flores mais lindas que você já viu, será sua amiga e companheira.

Agora que você já conhece teve acesso a estas informações e e cuidados básicos necessários, vamos falar um pouco a respeito da melhor forma de cultivo e cuidados em casa.

Como Cultivar Orquídeas em Casa

Muitas pessoas querem cultivar orquídeas em casa ou apartamento, neste caso a primeira coisa a fazer é entender qual é o melhor lugar para colocá-las.

Já citei algumas características destas plantas incríveis e você já percebeu que são bem diferentes das demais plantas, isto também acaba exigindo um cuidado diferenciado, você precisa escolher o melhor local que vai ajudar sua plantinha a crescer de forma adequada e saudável.

Como Cuidar de Orquídeas - Não Faça isto

Pelo amor de Deus, NUNCA Faça isto que está na imagem acima, você vai matar as florzinhas…Se você alguma vez já fez algo assim antes então você precisa ler urgente o Manual Como Cuidar de Orquídeas, por favor não compre ou leve mais orquídeas para casa antes de fazer isto..rs

Onde colocar sua orquídea?

As pessoas acham lindo colocar um vaso de orquídeas em uma mesa no centro da sala, porém não é nem de perto o lugar mais adequado para isto, outros colocam próximo a janelas o que já é uma opção bem mais interessante.  Mas alguns tipos de orquídeas precisam de condições diferenciadas que requer em alguns casos que você crie uma área dedicada especialmente para o cultivo.

.Onde colocar as Orquídeas em Casa

Como elas não são como as demais plantas que você provavelmente possui em casa, devido ao diferencial de não crescer na terra e não receber diretamente a luz solar , você precisa verificar alguns pontos na hora de escolher o local onde pretende colocar sua “plantinha especial”:

1. Luminosidade

2. Temperatura

3. Ventilação

4. Umidade

A Quantidade de Luminosidade Ideal

Quando alguém compra uma orquídea e não consegue fazer ela florescer o conselho mais ouvido pelos cultivadores ou floristas é de que você deve dar mais luz a elas..

O florescimento não depende apenas da quantidade de luz, mas certamente que é um dos fatores essenciais para que elas consigam produzir flores lindas e saudáveis, portanto preste muita atenção na questão da iluminação.

Lembra da questão de pensarmos em como a planta se comporta na natureza, no ambiente natural ? Pois é só lembrar disso aqui.. O que ocorre nas árvores? Graças aos galhos, folhas e movimentos dos mesmos as orquídeas recebem luz durante todo o dia mas não de forma direta, como se recebesse “luminosidade filtrada”, então isto demonstra que elas precisam deste “filtro” na iluminação para crescer bem.

Em outras palavras, ao escolher um local em casa ou no apartamento coloque elas perto das janelas, porém de uma forma que não fiquem expostas diretamente ao sol, utilizando as cortinas como proteção/filtro por exemplo.

Primeiro Segredo: evitar a exposição direta a luz do sol!

Esta questão de luminosidade realmente é muito importante, por isso você precisa sempre estar atento e monitorando para ver se o local onde colocou suas plantas é adequado. Elas dão alguns sinais que podem te mostrar se a iluminação está ideal ou não, basta prestar atenção diariamente para perceber algumas mudanças:

–  Se elas começarem a ficar com as folhas amarelas é sinal de que o local está com excesso de luz.

– Se as folhas começarem a ficar escuras é sinal de que está faltando luz no ambiente e como consequência as folhas podem ficar mais longas e  ela pode não florescer.

Viu como não é Complicado?

Quando a iluminação for adequada as folhas sempre vão estar verdes claro com tamanhos similares e brilhantes, ou seja, com aspecto de vida!

Acertar na iluminação é essencial para que elas tenham lindas flores brotando regularmente.

Cuidados com a Temperatura

Este é o segundo segredo que a maior parte dos iniciantes não conhece. As orquídeas não gostam de temperatura constante e este é um dos fatores que impede que elas floresçam, elas estão acostumadas a variações de aproximadamente 15 graus durante todo o dia.

Se você deixar elas fora de casa ou na varanda do apartamento elas já vão estar vivendo esta variação naturalmente, só é preciso tomar cuidado de levar as plantas pra dentro caso você more em uma região muito fria que fica com temperaturas abaixo de 15 graus a noite como a gelada Curitiba ou outras cidades do Sul do Brasil.

Se você faz o cultivo somente dentro de casa ou apê, a variação de 15 graus provavelmente não vai ocorrer pois é muito difícil variar tudo isto num ambiente interno, mas você precisa resolver isto pois caso contrário as flores podem não brotar.

Outro ponto importante é que a temperatura interna neste caso deve SEMPRE estar ACIMA de 15 graus e de preferência com temperaturas maiores durante o dia..

Se você deixar elas em ambiente aberto durante a manhã e a tarde você deixou a orquídea em ambiente aberto em locais como sacadas,pátio ou em janelas (protegidas do sol em todos os casos ) então é necessário levar elas para dentro na parte da noite devido a queda de temperatura.

Se você mora em uma cidade ou região do país muito fria como no sul ( Gelada Curitiba, lembra ?..rs) em que no inverno as temperaturas ficam bem baixas utilize algo como papelão para isolar o frio existente entre planta/janela.

COMO DESCOBRIR A TEMPERATURA IDEAL

Aqui vale a mesma regra da questão da luminosidade, ou seja, observar sempre..Fazendo isto a planta vai dar sinais que ajudam a identificar se está tudo bem ou não:

Ao ficar expostas a temperaturas muito baixas as folhas ficam moles e escurecem levando a planta num todo a ficar frágil e exposta por não conseguir se defender de bactérias ou fungos..

E para saber se está muito quente?

No caso de temperaturas muito altas as folhas ficarão amarelas ou pretas devido a sinais de queimadura.

Além disso folhas ainda podem ficar com as pontas de cor castanha e secas, também pode ocorrer quedas de folhas ou aparecer folhas deformadas. Se o calor for muito forte as orquídeas podem simplesmente não aguentar, portanto cuidado e atenção no verão e em dias muito quentes..

Ventilação Também é Importante

Umidade e ventilação estão super conectadas, dependendo do meio em que você coloca a planta se houver umidade sem ventilação pode acontecer das raízes apodrecerem..

Voltando a natureza mais uma vez…rs

Lá existe uma ventilação muito boa com a qual estão acostumadas. Você precisa tentar imitar ou reproduzir este ambiente em sua casa ou local de cultivo pois o controle adequado da ventilação e qualidade do ar é muito importante para que cresçam saudáveis.

Ao cultivar dentro de casa é recomendado que você abra as janelas quando o tempo estiver quente, pois vai ocorrer circulação de ar. Quando o dia estiver sem ventos ou com pouca circulação você pode usar um ventilador pequeno por perto que já vai ajudar, a planta precisa de uma brisa suave e constante para diminuir os efeitos do calor excessivo e umidade.

Só tome bastante cuidado com o “tipo de ar” estamos falando de ar seco e quente, ventos frios e umidade são prejudiciais e podem provocar manchas e apodrecimento das hastes e botões.

DICA: Aumente os cuidados no inverno porque a água leva mais tempo para evaporar e isto pode ser prejudicial causando apodrecimento e outros males..

OLHO VIVO NA QUALIDADE DO AR

Se você é fumante e ama suas plantas, então NUNCA, Nunca mesmo fume perto delas. Também sempre lave super bem suas mãos antes de manuseá-las afim de evitar contaminação pois o  tabaco causa doenças para a plantas, sim, além de fazer mal para as pessoas e animais, também faz mal para as plantas..

Se você não for fumante pode estar tranquilo em relação a isto, mas infelizmente não é só o cigarro e sua fumaça que fazem mal para as orquídeas e sim todo tipo de poluente atmosférico que estão acumulados no ar devido a aerossóis e outros.

A melhor coisa a fazer para evitar este risco e diminuir a poluição do ar na sua casa é “escancarar” bem as janelas pro ar entrar e circular.

Você também pode investir em filtros de ar, eles ajudam a remover sujeira, poeira e outros poluentes, mas não removem gases.

Umidade => Aprenda Qual a Dose Ideal de Água

Os iniciantes tem muitas dúvidas a respeito de como regar as plantas. Aqui também tem um segredinho bem simples: regar apenas quando o substrato estiver seco!

Como Regar Orquídeas

Lembra que a orquídea usa o ar para absorver a água que precisa ? Então certamente que o ar tem um papel de destaque no processo. Você precisa regar suas plantas com ar e água…

Aposto que você nunca leu sobre isso em nenhum lugar antes…rs

Pode parecer estranho mas é verdade, ao regar você deve combinar os dois pois se não tiver ar suficiente, provavelmente vai ter umidade em excesso que pode fazer com que o meio apodreça e fique susceptível a doenças causadas por infecções e fungos.

Outra dica importante: a frequência para regar vai depender da temperatura e umidade.

Você só deve regar quando o substrato estiver seco, porém lembre que nos dias de sol forte e muito calor a água evapora bem mais rápido.

SAIBA QUANDO PRECISAR REGAR

A forma mais simples e eficiente de saber o momento ideal para rega é verificando o peso com a planta molhada e depois verificando com a planta seca, a sacada aqui é regar quando o peso baixa muito.

Não é a toa que as pessoas com experiência no cultivo de orquídeas possuem balanças, não é para fazer regime não e sim para medir o peso das plantas…rs

Mas se você não tem uma balança e não está disposto a usar uma então pode usar um método tradicional que é bem simples, basta por o dedo aproximadamente 2,5 centímetros dentro do substrato para sentir/verificar a umidade, Se estiver seco é o momento de regar.

Dica extra: Para dar chance da planta secar usar água morna no início do dia ajuda bastante!

A dica acima vai diminuir a chance de problemas como apodrecimento. Não tenha receio de regar com bastante água, é só ter cuidado e ir regando olhando atentamente o substrato. Regar é necessário e muito importante, algumas pessoas acham que basta borrifar um pouco de água, mas a verdade é que isto não substitui uma rega boa.

Você já pode começar a cuidar de suas orquídeas com as dicas que passei até aqui, mas atenção, como já expliquei antes estamos falando de uma flor muito especial e que requer vários outros cuidados, todas as dicas acima eu aprendi em um Manual Super Completo Sobre Orquídeas, neste manual tem muitas outras explicações e dicas sobre os cuidados  com orquídea, para saber mais clique no link abaixo:

==> Clique Aqui Agora Para Ler Mais no Manual Como Cuidar de Orquídeas!

No link acima você vai aprender sobre TODOS os cuidados especiais que as orquídeas precisam durante cada uma das 4 estações do ano, como adubar, combater pragas e muito mais.. Então não se atenha somente as dicas que passei aqui nesta página!

No vídeo abaixo você pode conferir mais dicas de um outro especialista no assunto:

Para ver mais vídeos de especialistas com dicas extras como estas Clique Aqui!